NOVIDADES
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
PARCEIROS
QUER SER NOSSO PARCEIRO? CONTATO@TECNICOAUTOMOTIVO.COM

REGULAGEM DA VÁLVULA CORRETORA DE FRENAGEM

Ir em baixo

REGULAGEM DA VÁLVULA CORRETORA DE FRENAGEM Empty REGULAGEM DA VÁLVULA CORRETORA DE FRENAGEM

Mensagem por Torquetto em Seg Jun 18, 2012 3:29 pm

VÁLVULAS CORRETORAS DE FRENAGEM SENSÍVEL A CARGA


De acordo com a concepção dos veículos, sua massa pode ser distribuída diferentemente, mas nunca uniformemente. Na frenagem ocorre uma transferência de carga de aproximadamente 70% da massa do veículo da traseira para a dianteira.

Por essas razões, as forças de frenagem mais importantes devem ser aplicadas sobre as rodas dianteiras. Além disso, se a pressão fosse aplicada uniformemente sobre todos os freios, a rodas traseiras tenderiam a bloquear prematuramente e provocar uma derrapagem. Para diminuir esse problema foram desenvolvidos métodos com o objetivo de dividir, conforme necessidades específicas dos veículos, a frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras.

Em alguns veículos as válvulas corretoras de pressão estão integradas ao cilindro mestre, montadas em diagonal e não são intercambiáveis, já que as mesmas são calibradas especificamente para um dado veículo.

As válvulas reguladoras de pressão sensível a carga montadas em certos veículos são fixadas no chassi do veículo e ligadas ao sistema de suspensão por uma bieleta.

A válvula corretora de pressão das rodas traseiras dosa a pressão dos freios de modo a impedir o bloqueio das rodas traseiras quando o veículo está sem carga e de permitir uma melhor frenagem quando o veículo está carregado.


REGULAGEM DA VÁLVULA CORRETORA DE FRENAGEM 15578kj
COMO EFETUAR A VERIFICAÇÃO



A leitura da pressão efetua-se em diagonal(X), e leva-se em conta a diferença de pressão das rodas dianteira direita/traseira esquerda e dianteira esquerda/traseira direita, é importante efetuar a medida nos dois circuitos.

A verificação do corretor de freio deve ser efetuada com o veículo no solo, com uma pessoa a bordo e com o depósito de combustível cheio.


OBS.: Em caso de pressão incorreta em uma única roda traseira substituir o corretor.

REGULAGEM DA VÁLVULA CORRETORA DE FRENAGEM Bdl76h

A diferença de pressão entre as rodas dianteiras e traseiras devem ficar entre 40% e 60%, dependendo do peso do veículo e motorização, a figura acima demonstra valores realizados em um RENAULT SANDERO 1.6 - 8 válvulas.

METODO DE VERIFICAÇÃO


Ligar dois manómetro de verificação de pressão do circuito de freio de 0 a 250 bar. (esquema 1) O adaptador para ligação do manômetro deve ser ligado no orifício do parafuso de sangria:

· um na dianteira direita, outro na traseira esquerda

· Sangrar o circuito de freio através do parafuso de sangria do manómetro.

· Ligar o motor.

· Pisar progressivamente no pedal de freio, até que as rodas dianteiras fiquem à pressão de 100 bars.

· Ler então a pressão correspondente nas rodas traseiras (consultar Valores de verificação). Para LOGAN e SANDERO este valor deve ficar entre 30 e 40 bar.

Proceder da mesma forma no outro circuito (esquema 2).

Se a diferença for grande (valores fora das tolerâncias), substituir a válvula corretora (não é permitida qualquer intervenção).



OBS.: A diferença de pressão entre as duas rodas traseiras deve ser inferior a 4 bar , qualquer que seja a carga no trem traseiro.






Adilson Aparecido Torquetto
Esp. Eng. Automotiva
SENAI - Boqueirão
www.tecnicoautomotivo.com
Torquetto
Torquetto
Admin
Admin

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/09/2009
Idade : 50
Localização : Curitiba PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum