NOVIDADES
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
PARCEIROS
QUER SER NOSSO PARCEIRO? CONTATO@TECNICOAUTOMOTIVO.COM

Cuidados com Fluido da transmissão Automática

Ir em baixo

Cuidados com Fluido da transmissão Automática Empty Cuidados com Fluido da transmissão Automática

Mensagem por Torquetto em Ter Fev 28, 2017 2:26 pm

CUIDADOS COM OS FLUIDOS:
Utilizar sempre fluido recomendado originalmente na fábrica.

O uso de fluidos não recomendados podem gerar falhas de funcionamento da transmissão. como por exemplo: tranco na troca de marcha, alteração do tempo de mudança, patinação, desgaste anormal, travamento de válvulas carreteis no corpo de válvulas e falha eventual, devido à quebra das moléculas do fluido incorreto e formação de verniz.
Utilize somente fluido recomendado pelo fabricante e evite para que não ocorra eventuais defeitos citados acima.
 Um nível abaixo do recomendado de fluido ocasiona admissão de ar no circuito pela bomba misturando-se ao fluido. Ocorrerá formação de espuma diminuindo a pressão do sistema, ocasionando danos à transmissão. Um nível acimado recomendado de fluido causa formação de espuma também
devido ao batimento do fluido pelas partes móveis da transmissão e ocasionará o mesmo efeito gerado pelo nível abaixo do recomendado. Em ambos os casos, as bolhas de ar causam superaquecimento do fluido, oxidação e formação de verniz os quais interferem com o funcionamento das válvulas e embreagens. A espuma também causa expansão do fluido resultando em nível mais alto de fluido e eventual vazamento pelo respiro ou tubo de enchimento da transmissão. ao detectar fuga de fluido pelo respiro da transmissão o primeiro cuidado é a verificação do nível.

ADITIVAÇÃO DO FLUIDO
Não é recomendada a adição de quaisquer fluidos extras à transmissão, a não ser aqueles fluidos indicados pela fábrica. Uma exceção é o uso de corantes especiais para detectar vazamentos (mesmo corante utilizado para verificar vazamento em ar condicionado). Vários aditivos “especiais” e suplementos apareceram no mercado alardeando que melhoram a qualidade das mudanças e prolongando a vida útil da transmissão. estes só devem ser utilizados se homologados pelo fabricante do veículo, caso não seja homologados não deve ser utilizados, pois estes podem afetar adversamente a integridade dos retentores e vedadores da transmissão.

VERIFICAÇÃO DO NIVEL DE FLUIDO
As transmissões  possuem uma vareta para verificação do nível de óleo ou bujão de nível dependendo de sua origem, verificar sempre o manual do propietário e literatura técnica para não cometer erros que possa levar a destruição da transmissão. No caso de vareta a tampa da vareta e tubo de enchimento deve ser bem limpa antes de sua remoção para evitar que materiais estranhos entrem no sistema. Poeira, graxa e outros materiais estranhos alojados na tampa poderão cair dentro da transmissão caso não sejam previamente removidos.

CONFORME O MODELO
1. O fluido da transmissão deverá estar na temperatura normal de funcionamento para uma verificação correta de nível. De uma volta com o veículo se necessário para obter a temperatura ideal de verificação de que em sua maioria é de aproximadamente 80ºC. O conversor de torque é alimentado tanto na posição “P” como na posição “N” da alavanca seletora.
2. O motor deverá estar em marcha lenta por pelo menos um minuto, com o veículo em piso nivelado.
3. Aplique o freio de estacionamento.
4. Posicione a alavanca seletora em “P” para sua segurança e também para se certificar que a verificação de nível seja correta.
5. Limpe o topo do tubo de enchimento e da vareta para evitar impurezas dentro da transmissão.
6. Remova a vareta de verifique o fluido como segue: (a) O nível correto aceitável de fluido deverá estar entre as marcações de "MIN e MAX" da vareta ou na área entre as marcações FRIO e QUENTE (COLD e HOT).
(b) O nível máximo de fluido deverá estar na marca "MAX" HOT.
(c) O nível incorreto é na marca "MIN", COLD ou abaixo dela.
(d) Se o nível de fluido estiver baixo, adicione somente fluido recomendado para corrigi-lo. adicione 1/2 litro e verifique o nível novamente e repite a operação até que alcance o nível recomendado.
1. O fluido da transmissão deverá estar na temperatura normal de funcionamento aproximadamente 80ºC.

VERIFIQUE O FLUIDO MENSALMENTE, SUBSTITUA O FLUIDO E FILTROS A CADA 60.000 KM, REMOÇÃO DO CARTER E FILTROS DE ÓLEO.
Nem todos os veículos permitem a substituição do filtro através da abertura do carte, nestes casos substitua apenas o fluido.
Nos casos em que seja possível a remoção do filtro através do cárter , seguir os passos abaixo.
1. Levante e calce o veículo com cavaletes ou no elevador.
2. Posicione uma bandeja larga e rasa sob o cárter da transmissão, solte o parafuso de drenagem do fluido dA TRANSMISSÃO..
3. Remova os parafusos de fixação do cárter.
4. Lentamente destaque a parte frontal do cárter da transmissão permitindo que o fluido seja drenado para a bandeja.
5. Retire o cárter e remova os parafusos remanescentes fixam o filtro à transmissão.
6. Separe o filtro do corpo de válvulas e bomba de óleo e descarte-o.
7. Remova e descarte o vedador do filtro de óleo da parte inferior da bomba de óleo.
8. Descarte o óleo usado corretamente, sem prejudicar o meio ambiente.
9. Inspecione o fundo do cárter e o ímã quanto à excessivas partículas de metal. Uma leve camada de
material de fricção no fundo do cárter não indica problemas a menos que acompanhada de patinação ou demora nos engates.
10. Utilizando um solvente indicado, limpe o ímã e o cárter.
11. Remova os resíduos da junta do cárter. NOTA: em algumas transmissões a junta do cárter pode ser reutilizada. Inspecione as superfícies de vedação da junta. Se elas estiverem perfeitas, limpe a junta de quaisquer materiais estranhos antes de reinstalá-la.
12.Deixe drenar a maior quantidade de fluido usado possível da transmissão. Quanto mais fluido sair, melhor.

INSTALAÇÃO DO FILTRO E CÁRTER
1. Instale um novo vedador do filtro no alojamento da bomba de óleo. Assente o vedador utilizando uma martelo plástico apropriado, ou outra
ferramenta adequada.
CUIDADO: O vedador do filtro de óleo primário deverá ser instalado rente ao corpo da bomba de óleo. NÃO INSTALE o vedador no pescoço do filtro e tente instalar o conjunto na bomba. Isto resultará em danos para a transmissão.
2. Posicione o filtro novo em sua posição no corpo de válvulas e após na bomba de óleo.
3. Instale seu parafuso de fixação no corpo de válvulas. Aperte-o com o torque recomendado.
5. Aplique uma camada de selante semi-secativo na superfície de assentamento do cárter no corpo da
transmissão. Reinstale a junta ou instale uma nova junta.
6. Posicione o cárter na transmissão.
7. Instale seus parafusos de fixação na carcaça da transmissão. Aperte-os cuidadosamente com um torque recomendado e aguarde aproximadamente uma hora antes de abastecer a transmissão com fluido novo.
8. Abaixe o veículo e abasteça a transmissão com o fluido recomendado, conforme descrito mais abaixo neste boletim.

ABASTECIMENTO DA TRANSMISSÃO
Para evitar sobreabastecimento da transmissão após troca ou reforma, execute os procedimentos a seguir:
1. Remova a vareta de óleo e instale um funil limpo no tubo de abastecimento da transmissão.
2. Adicione uma quantidade igual a que foi retirada da transmissão. (a) Se somente o fluido e filtro foram trocados, (b) Se a transmissão foi reformada completamente e o conversor de torque substituído ou drenado, comece adicionando a quantidade informada no manual do proprietário ou nota técnica do fabricante  da transmissão. (c) Verifique o nível do fluido da transmissão e corrija conforme necessário, seguindo as
instruções do fabricante.

VERIFICAÇÃO FINAL
1. Funcione o Veículo até que este chegue a temperatura normal de funcionamento. De uma volta com o veículo se necessário para obter a temperatura ideal de verificação de que em sua maioria é de aproximadamente 80 ºC.
2. Deixe o motor em marcha lenta por pelo menos um minuto, com o veículo em piso nivelado.
3. Aplique o freio de estacionamento.
4. Posicione a alavanca seletora em “P” para sua segurança e também para se certificar que a verificação de nível seja correta.
5. Limpe o topo do tubo de enchimento e da vareta para evitar impurezas dentro da transmissão.
6. Remova a vareta de verifique o fluido como segue: (a) O nível correto aceitável de fluido deverá estar entre as marcações de "MIN e MAX" da vareta ou na área entre as marcações FRIO e QUENTE (COLD e HOT).
(b) O nível máximo de fluido deverá estar na marca "MAX" HOT.
(c) O nível incorreto é na marca "MIN", COLD ou abaixo dela.
(d) Se o nível de fluido estiver baixo, adicione somente fluido recomendado para corrigi-lo. adicione 1/2 litro e verifique o nível novamente e repite a operação até que alcance o nível recomendado.


att.
Adilson Aparecido Torquetto
Torquetto
Torquetto
Admin
Admin

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/09/2009
Idade : 50
Localização : Curitiba PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum