NOVIDADES
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
PARCEIROS
QUER SER NOSSO PARCEIRO? CONTATO@TECNICOAUTOMOTIVO.COM

Cuidados com Fluido da transmissão Automática

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cuidados com Fluido da transmissão Automática

Mensagem por Torquetto em Ter Fev 28, 2017 2:26 pm

CUIDADOS COM OS FLUIDOS:
Utilizar sempre fluido recomendado originalmente na fábrica.

O uso de fluidos não recomendados podem gerar falhas de funcionamento da transmissão. como por exemplo: tranco na troca de marcha, alteração do tempo de mudança, patinação, desgaste anormal, travamento de válvulas carreteis no corpo de válvulas e falha eventual, devido à quebra das moléculas do fluido incorreto e formação de verniz.
Utilize somente fluido recomendado pelo fabricante e evite para que não ocorra eventuais defeitos citados acima.
 Um nível abaixo do recomendado de fluido ocasiona admissão de ar no circuito pela bomba misturando-se ao fluido. Ocorrerá formação de espuma diminuindo a pressão do sistema, ocasionando danos à transmissão. Um nível acimado recomendado de fluido causa formação de espuma também
devido ao batimento do fluido pelas partes móveis da transmissão e ocasionará o mesmo efeito gerado pelo nível abaixo do recomendado. Em ambos os casos, as bolhas de ar causam superaquecimento do fluido, oxidação e formação de verniz os quais interferem com o funcionamento das válvulas e embreagens. A espuma também causa expansão do fluido resultando em nível mais alto de fluido e eventual vazamento pelo respiro ou tubo de enchimento da transmissão. ao detectar fuga de fluido pelo respiro da transmissão o primeiro cuidado é a verificação do nível.

ADITIVAÇÃO DO FLUIDO
Não é recomendada a adição de quaisquer fluidos extras à transmissão, a não ser aqueles fluidos indicados pela fábrica. Uma exceção é o uso de corantes especiais para detectar vazamentos (mesmo corante utilizado para verificar vazamento em ar condicionado). Vários aditivos “especiais” e suplementos apareceram no mercado alardeando que melhoram a qualidade das mudanças e prolongando a vida útil da transmissão. estes só devem ser utilizados se homologados pelo fabricante do veículo, caso não seja homologados não deve ser utilizados, pois estes podem afetar adversamente a integridade dos retentores e vedadores da transmissão.

VERIFICAÇÃO DO NIVEL DE FLUIDO
As transmissões  possuem uma vareta para verificação do nível de óleo ou bujão de nível dependendo de sua origem, verificar sempre o manual do propietário e literatura técnica para não cometer erros que possa levar a destruição da transmissão. No caso de vareta a tampa da vareta e tubo de enchimento deve ser bem limpa antes de sua remoção para evitar que materiais estranhos entrem no sistema. Poeira, graxa e outros materiais estranhos alojados na tampa poderão cair dentro da transmissão caso não sejam previamente removidos.

CONFORME O MODELO
1. O fluido da transmissão deverá estar na temperatura normal de funcionamento para uma verificação correta de nível. De uma volta com o veículo se necessário para obter a temperatura ideal de verificação de que em sua maioria é de aproximadamente 80ºC. O conversor de torque é alimentado tanto na posição “P” como na posição “N” da alavanca seletora.
2. O motor deverá estar em marcha lenta por pelo menos um minuto, com o veículo em piso nivelado.
3. Aplique o freio de estacionamento.
4. Posicione a alavanca seletora em “P” para sua segurança e também para se certificar que a verificação de nível seja correta.
5. Limpe o topo do tubo de enchimento e da vareta para evitar impurezas dentro da transmissão.
6. Remova a vareta de verifique o fluido como segue: (a) O nível correto aceitável de fluido deverá estar entre as marcações de "MIN e MAX" da vareta ou na área entre as marcações FRIO e QUENTE (COLD e HOT).
(b) O nível máximo de fluido deverá estar na marca "MAX" HOT.
(c) O nível incorreto é na marca "MIN", COLD ou abaixo dela.
(d) Se o nível de fluido estiver baixo, adicione somente fluido recomendado para corrigi-lo. adicione 1/2 litro e verifique o nível novamente e repite a operação até que alcance o nível recomendado.
1. O fluido da transmissão deverá estar na temperatura normal de funcionamento aproximadamente 80ºC.

VERIFIQUE O FLUIDO MENSALMENTE, SUBSTITUA O FLUIDO E FILTROS A CADA 60.000 KM, REMOÇÃO DO CARTER E FILTROS DE ÓLEO.
Nem todos os veículos permitem a substituição do filtro através da abertura do carte, nestes casos substitua apenas o fluido.
Nos casos em que seja possível a remoção do filtro através do cárter , seguir os passos abaixo.
1. Levante e calce o veículo com cavaletes ou no elevador.
2. Posicione uma bandeja larga e rasa sob o cárter da transmissão, solte o parafuso de drenagem do fluido dA TRANSMISSÃO..
3. Remova os parafusos de fixação do cárter.
4. Lentamente destaque a parte frontal do cárter da transmissão permitindo que o fluido seja drenado para a bandeja.
5. Retire o cárter e remova os parafusos remanescentes fixam o filtro à transmissão.
6. Separe o filtro do corpo de válvulas e bomba de óleo e descarte-o.
7. Remova e descarte o vedador do filtro de óleo da parte inferior da bomba de óleo.
8. Descarte o óleo usado corretamente, sem prejudicar o meio ambiente.
9. Inspecione o fundo do cárter e o ímã quanto à excessivas partículas de metal. Uma leve camada de
material de fricção no fundo do cárter não indica problemas a menos que acompanhada de patinação ou demora nos engates.
10. Utilizando um solvente indicado, limpe o ímã e o cárter.
11. Remova os resíduos da junta do cárter. NOTA: em algumas transmissões a junta do cárter pode ser reutilizada. Inspecione as superfícies de vedação da junta. Se elas estiverem perfeitas, limpe a junta de quaisquer materiais estranhos antes de reinstalá-la.
12.Deixe drenar a maior quantidade de fluido usado possível da transmissão. Quanto mais fluido sair, melhor.

INSTALAÇÃO DO FILTRO E CÁRTER
1. Instale um novo vedador do filtro no alojamento da bomba de óleo. Assente o vedador utilizando uma martelo plástico apropriado, ou outra
ferramenta adequada.
CUIDADO: O vedador do filtro de óleo primário deverá ser instalado rente ao corpo da bomba de óleo. NÃO INSTALE o vedador no pescoço do filtro e tente instalar o conjunto na bomba. Isto resultará em danos para a transmissão.
2. Posicione o filtro novo em sua posição no corpo de válvulas e após na bomba de óleo.
3. Instale seu parafuso de fixação no corpo de válvulas. Aperte-o com o torque recomendado.
5. Aplique uma camada de selante semi-secativo na superfície de assentamento do cárter no corpo da
transmissão. Reinstale a junta ou instale uma nova junta.
6. Posicione o cárter na transmissão.
7. Instale seus parafusos de fixação na carcaça da transmissão. Aperte-os cuidadosamente com um torque recomendado e aguarde aproximadamente uma hora antes de abastecer a transmissão com fluido novo.
8. Abaixe o veículo e abasteça a transmissão com o fluido recomendado, conforme descrito mais abaixo neste boletim.

ABASTECIMENTO DA TRANSMISSÃO
Para evitar sobreabastecimento da transmissão após troca ou reforma, execute os procedimentos a seguir:
1. Remova a vareta de óleo e instale um funil limpo no tubo de abastecimento da transmissão.
2. Adicione uma quantidade igual a que foi retirada da transmissão. (a) Se somente o fluido e filtro foram trocados, (b) Se a transmissão foi reformada completamente e o conversor de torque substituído ou drenado, comece adicionando a quantidade informada no manual do proprietário ou nota técnica do fabricante  da transmissão. (c) Verifique o nível do fluido da transmissão e corrija conforme necessário, seguindo as
instruções do fabricante.

VERIFICAÇÃO FINAL
1. Funcione o Veículo até que este chegue a temperatura normal de funcionamento. De uma volta com o veículo se necessário para obter a temperatura ideal de verificação de que em sua maioria é de aproximadamente 80 ºC.
2. Deixe o motor em marcha lenta por pelo menos um minuto, com o veículo em piso nivelado.
3. Aplique o freio de estacionamento.
4. Posicione a alavanca seletora em “P” para sua segurança e também para se certificar que a verificação de nível seja correta.
5. Limpe o topo do tubo de enchimento e da vareta para evitar impurezas dentro da transmissão.
6. Remova a vareta de verifique o fluido como segue: (a) O nível correto aceitável de fluido deverá estar entre as marcações de "MIN e MAX" da vareta ou na área entre as marcações FRIO e QUENTE (COLD e HOT).
(b) O nível máximo de fluido deverá estar na marca "MAX" HOT.
(c) O nível incorreto é na marca "MIN", COLD ou abaixo dela.
(d) Se o nível de fluido estiver baixo, adicione somente fluido recomendado para corrigi-lo. adicione 1/2 litro e verifique o nível novamente e repite a operação até que alcance o nível recomendado.


att.
Adilson Aparecido Torquetto
avatar
Torquetto
Admin
Admin

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/09/2009
Idade : 48
Localização : Curitiba PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum